Subscreva a nossa Newsletter
Pesquisar
home > Manuais de Gestão > Planeamento e estratégia

Como fazer benchmarking

Índice

Introdução
Passo 1 - Conhecer os tipos de benchmarking
Passo 2 - Aprender os princípios do benchmarking
Passo 3 - Aplicar o processo de benchmarking
Passo 4 - Formar a equipa
Passo 5 - Implementar as acções
Passo 6 - Recolher os benefícios

Introdução

O benchmarking é um dos mais úteis instrumentos de gestão para melhorar o desempenho das empresas e conquistar a superioridade em relação à concorrência. Baseia-se na aprendizagem das melhores experiências de empresas similares e ajuda a explicar todo o processo que envolve uma excelente "performance" empresarial. A essência deste instrumento parte do princípio de que nenhuma empresa é a melhor em tudo, o que implica reconhecer que existe no mercado quem faz melhor do que nós. Habitualmente, um processo de benchmarking arranca quando se constata que a empresa está a diminuir a sua rendibilidade. Quando a aprendizagem resultante de um processo de benchmarking é aplicada de forma correcta facilita a melhoria do desempenho em situações críticas no seio de uma empresa.

Passo 1 - Conhecer os tipos de benchmarking

O benchmarking pode ser classificado em três tipos:

Passo 2 - Aprender os princípios do benchmarking

O benchmarking assenta nos seguintes princípios:

Passo 3 - Aplicar o processo de benchmarking

O benchmarking é baseado em quatro etapas, segundo o ciclo de Edwards Deming. A saber: To plan (planear); To do (fazer); To correct (controlar); To act (agir)

Passo 4 - Formar a equipa

Da constituição da equipa de benchmarking depende o sucesso da implementação do processo. A formação das equipas deve permitir a intervenção de toda a empresa. As equipas devem ser flexíveis e podem dividir-se em três grupos:

Passo 5 - Implementar as acções

A técnica de benchmarking visa o desenvolvimento de estudos que comparem o desempenho com a concorrência, tendo como objectivo alcançar uma posição de liderança. Estes estudos deverão identificar métodos de reconhecida qualidade noutras empresas, ou mesmo na própria empresa, avaliar como esses resultados são obtidos e aplicar o conhecimento adquirido.

Para que os objectivos sejam alcançados, um processo de benchmarking exige a aplicação de algumas regras: Para se tornar eficaz, a aplicação de um processo de benchmarking exige uma planificação. Os planos de acção devem incluir: Ao iniciar um processo de benchmarking, a empresa deve, acima de tudo, conhecer-se bem internamente.

Passo 6 - Recolher os benefícios

A orientação da empresa para o exterior na procura permanente de oportunidades de melhoria das suas práticas, tendo como objectivo o aumento da competitividade no geral, constitui o principal benefício da implementação do benchmarking.

Mas o benchmarking proporciona ainda outro tipo de benefícios: Bibliografia Referências

Autor: PME Negócios