Subscreva a nossa Newsletter
Pesquisar
home > Manuais de Gestão > Marketing e Vendas

Como elaborar uma acção de marketing directo

Índice

Introdução
Os objectivos do marketing directo
Passo 1: Prepare a campanha
Passo 2: Defina o alvo
Passo 3: Implemente a acção
Erros típicos a evitar


Introdução

Numa era em que o consumidor individual tem cada vez maior poder e exige soluções cada vez mais personalizadas, as formas de comunicação individualizadas ganham importância. O marketing directo responde a essa necessidade de comunicação personalizada, ao oferecer um conjunto de instrumentos que permite comunicar directamente com os clientes potenciais, a um menor custo e com maior eficácia em relação aos meios de comunicação tradicionais.


Os objectivos do marketing directo

O marketing directo permite alcançar um conjunto bastante diversificado de objectivos. Vejamos os mais importantes.


Passo 1: Prepare a campanha

Prepare cuidadosamente uma acção de marketing, para garantir que nada falha. Analise as condições que tem ao seu dispor, tendo em conta os seguintes elementos antes de seguir em frente com a campanha de marketing directo:

Contexto

Inclui todas as variáveis que rodeiam a empresa e que podem ser mais ou menos propícias a estratégias de marketing directo, nomeadamente:

Estrutura de apoio a nível da gestão

Para que a campanha de marketing directo se mostre eficaz, é essencial que tenha por detrás uma estrutura de apoio forte a nível da gestão. As condições seguintes são essenciais ao sucesso de qualquer campanha desta natureza:


Passo 2: Defina o alvo

O elemento mais importante de uma acção de marketing directo é a base de dados. Dizem os especialistas que dela dependem 80% do sucesso das campanhas e só 20% dependem da criatividade. De forma a comunicar eficazmente através, é necessário deter informações muito pormenorizadas sobre os alvos a atingir. Esta informação é um factor crítico de sucesso, o qual não poderá nunca ser esquecido pela sua empresa ao preparar uma acção de marketing directo.

A sua empresa deverá assim organizar uma ou mais bases de dados informatizadas de clientes actuais ou potenciais. Estas bases de dados devem ser organizadas segundo as necessidades específicas da sua empresa, podendo ser criadas internamente ou adquiridas a outras entidades.

Os elementos mais importantes a ter em conta numa base de dados são:


Passo 3: Implemente a acção

Até este momento, temos vindo a discutir os aspectos mais gerais da preparação de uma campanha de marketing directo. Chegou o momento de pôr em prática tudo o que planeou nas etapas anteriores. Conheça os instrumentos de marketing que tem ao seu dispor e como eles poderão ser utilizados na implementação da acção de marketing directo.

Direct Mail

O direct mail é o instrumento mais utilizado de marketing directo. Chega muitas vezes a ser confundido com o conceito de marketing directo. O direct mail pode utilizar os seguintes meios: Uma acção de direct mail tem de partir, como é óbvio, da definição do alvo. A sua empresa terá de definir os seguintes aspectos:   Através destes dados, será possível criar uma imagem do cliente a atingir, podendo-se partir para a definição dos vários componentes do direct mail. Vejamos então os principais elementos a incluir, sabendo de antemão que nem todos têm de estar presentes:

Telemarketing

Este é o segundo instrumento de marketing directo à disposição dos gestores. Telemarketing é um termo que engloba todas as acções de marketing directo que ocorrem através de meios de telecomunicação.

As suas vantagens incluem, para além de todos os aspectos comuns às acções de marketing directo, a possibilidade de estabelecer um diálogo directo apenas comparável à venda directa. O problema passa pelo facto de estas vantagens se poderem transformar muito rapidamente em desvantagens caso o operador não saiba dirigir correctamente a chamada.

Existem dois tipos de acções de telemarketing: Tal como para qualquer tipo de acção de marketing directo, o telemarketing também necessita de informação completa e actualizada sobre os alvos da acção. No entanto, as necessidades deste tipo de acção de marketing directo vão um pouco mais longe, sendo ainda necessário assegurar os seguintes aspectos: Estes dois instrumentos são os mais usuais para qualquer acção de marketing directo. Ao utilizá-los correctamente, estará efectivamente a adequar a comunicação da sua empresa ao mercado actual e conseguirá resultados muito interessantes por uma fracção do custo dos meios de comunicação mais clássicos.


Erros típicos a evitar

Através da experiência de muitas empresas, constatou-se que há erros típicos, a maior parte dos quais resulta no incumprimento dos objectivos previamente definidos. Eis as principais armadilhas em que não deve cair: Bibliografia Referências

Autor: Portal Executivo