Subscreva a nossa Newsletter
Pesquisar
home > Manuais de Gestão > Marketing e Vendas

Como determinar o mix de produtos

Índice

Introdução
Passo 1 – Conhecer a classificação de produtos
Passo 2 – Conhecer as dimensões do sortido
Passo 3 – Seleccionar o sortido
Passo 4 – Determinar a dimensão correcta
Passo 5 – Conclusão

Introdução

A selecção e disponibilidade de produtos numa loja ou num estabelecimento comercial pode satisfazer e fidelizar, ou não, o cliente. Tudo depende da selecção e combinação (sortido) de produtos que o gestor fizer. Oferecer um grande número de produtos existentes no mercado a uma determinada altura é uma tarefa complicada do ponto de vista da logística e financeiramente. Por isso, saber seleccionar o melhor mix de produtos é essencial. Esta combinação é um factor concorrencial que também contribui para assegurar o êxito do negócio.

Passo 1 – Conhecer a classificação de produtos

O sortido é composto por famílias ou sub famílias de produtos. Como estes são susceptíveis de responder a uma necessidade global e idêntica do consumidor, a sua classificação baseia-se nas necessidades do cliente. Assim temos produtos de:

Passo 2 – Conhecer as dimensões do sortido

A selecção da variedade de produtos ocorre naturalmente com a natureza do negócio, com as suas limitações e com os seus objectivos. A dimensão do sortido/mix de produtos é caracterizada pela: O sortido pode assumir uma dimensão:

Passo 3 – Seleccionar o sortido

A selecção dos produtos dependerá do posicionamento pretendido pela loja. Ao seleccionar o sortido, o comerciante corre muitas vezes o risco de satisfazer um sector da clientela em detrimento de outros. Por isso, qualquer modificação é uma decisão importante da política comercial da loja. Os factores a ter em conta são:

Passo 4 – Determinar a dimensão correcta

Como as estratégias de gestão das mercadorias estão intimamente ligadas à selecção e dimensão do sortido, há que determinar a sua dimensão correcta. Para o fazer, deverá ter em consideração: Para fazer coincidir a oferta da loja com a procura dos clientes, e assim conseguir atingir o equilíbrio e a rentabilidade da loja, o gestor deverá analisar os seguintes aspectos:

Passo 5 – Conclusão

A valorização de todos estes critérios, e a forma de actuar perante eles, poderá ser distinta, consoante o interesse que o produto novo consiga suscitar. A eliminação de um produto pode ser provocada por uma rentabilidade insuficiente ou por mudanças na política comercial da loja. Em qualquer dos casos, é sempre aconselhável utilizar os mesmos critérios seguidos para a introdução de qualquer novo produto. Naturalmente, a aplicação de todos estes instrumentos varia de empresa para empresa. A gestão das variáveis em causa prende-se com o sector de actividade, os objectivos e orientações do negócio, o mercado e, invariavelmente, o bom senso do gestor.

Bibliografia Referências

Autor: PME Negócios