Subscreva a nossa Newsletter
Pesquisar
home > Manuais de Gestão > Logística

Diferenças entre cadeia de fornecimento e cadeia de valor

Índice

Introdução
Ponto 1 - Diferenças entre cadeia de fornecimento e cadeia de valor
Ponto 2 - Focalização na cadeia de valor
Ponto 3 - As condições para o sucesso

Introdução

O mundo dos negócios está a sofrer uma profunda alteração. Não se trata só de mudanças dos produtos ou serviços vendidos nem de novas formas de distribuição. É a própria lógica de fazer negócio que está a mudar. No passado recente, as empresas tinham a noção clara da sua individualidade, quem eram os seus clientes, os seus fornecedores e os seus concorrentes. Hoje, uma mesma empresa pode ser, ao mesmo tempo, cliente, parceira e concorrente. Entrou-se na lógica do comércio colaborativo. A concorrência já não se trava tanto ao nível dos produtos e serviços propostos no mercado mas sim na gestão da cadeia de valor.

É importante compreender que a gestão de uma cadeia de valor assente na lógica colaborativa funciona com o sistema de dados existente na empresa. Não é necessário portanto investir na aquisição de um novo conjunto de dados. Trata-se simplesmente de retirar o maior valor possível da informação que já está presente na base, ou nas várias bases, de dados com as quais a empresa já trabalha. É evidente que todo o processo da cadeia de valor não pode ser desligado das técnicas de gestão baseadas nas novas soluções informáticas tais como o CRM - Customer Relationship Management ou, sobretudo, o ERP - Entreprise Ressource Planning.

A questão da mudança aparece aqui também de forma muito clara. Mas, qualquer análise rigorosa à cadeia de valor da empresa, apoiada em dados concretos, vai permitir apoiar qualquer alteração, seja ela pequena ou de fundo, na empresa. Assim, baseada em números, é mais fácil a sua aceitação e posterior implementação.

Ponto 1 - Diferenças entre cadeia de fornecimento e cadeia de valor

Antes de mais, convêm esclarecer que cadeia de fornecimento não é a mesma coisa do que cadeia de valor. A cadeia de fornecimento tem a ver com a gestão do aprovisionamento, algo que é feito de forma mais ou menos eficaz por todas as empresas e de uma forma relativamente rotineira. Por sua vez, a noção de cadeia de valor está mais próxima da preocupação de acrescentar valor à empresa, como um todo.

Cadeia de fornecimento

Cadeia de valor


Ponto 2 - Focalização na cadeia de valor

A pressão para analisar ao pormenor os vários contributos de cada elemento da cadeia de fabrico para o custo total unitário leva a que se consiga estabelecer com precisão onde se encontram as ineficiências. E isto leva a uma alteração na gestão da empresa em geral e da gestão da produção em particular. Para melhorar a eficácia da empresa como um todo, a ênfase já não é colocado na cadeia de fornecimento mas sim nas novas técnicas de gestão colaborativa. Isto verifica-se em três níveis:

Ponto 3 - As condições para o sucesso

Para que a implementação de uma solução deste tipo traga, de facto, benefícios reais para as empresas são necessárias várias condições. Assim uma gestão do valor colaborativo implica: Bibliografia Referências

Autor: PME Negócios